Entrevista-Ellie

novembro 12, 2017

Antes de mais, para quem não te conhece quem é a Ellie?

A Ellie foi o nome que adoptei no blogger quando decidi ser anónima. Nunca fui realmente anónima pois tinha as minhas redes sociais para quem quisesse visitar, mas pelo menos da forma de comentários não me “tiravam a pinta” logo à primeira. Sobretudo, não queria que certas pessoas descobrissem este meu pequeno mundo. Assim poderia falar mal delas (risos). Não, às vezes precisamos apenas de pôr tudo cá para fora sem ter receio que nos apontem o dedo. 
Mas como podem ver, decidi dar a cara a 100%. Decidi arriscar. E como se costuma dizer “Quem não goste, que não olhe” ou “Quem não gosta ponha na borda do prato.” Se a minha vida tem dado tantas voltas, porque não também a nível de blogger? 
Por isso, respondendo à pergunta, sendo Ellie ou Rita, sou e sempre fui a mesma pessoa. Pacata, prefiro um serão debaixo de uma manta a ver um filme ou a ler do que uma saída para uma discoteca. Não gosto de confusões. Perfecionista, não me contento quando sei que posso fazer mais e melhor. Tenho um coração de manteiga escondido por baixo de uma capa dura. Posso ser amorosa, mas quando me salta a tampa levo tudo à frente. 

Quando criaste o teu blog?
Tive outros blog’s ranhosos naquelas crises de adolescente em que estamos mal com o Mundo e o Mundo connosco. O The Choice foi criado em 2013, salvo erro, quando estava em casa à procura de emprego, sem nada que fazer, portanto. Teve vários nomes até que finalmente acertei com aquele que julgava adequado, The Choice. 

O que é que te incentivou a ser blogger? Qual/ quem foi a tua inspiração?
Primeiro foi mesmo por falta de alguma coisa para fazer e como gostava de escrever juntei o útil ao agradável. Acabei por ir ficando, ir partilhando algumas coisas que gostava e atualmente, partilho e opino sobre os filmes que vejo, livros que leio e, mais recentemente, o meu projecto de fotografia. Posso dizer que é um blog sobre tudo e sobre nada. Inicialmente não tinha inspirações, pouco conhecia deste mundo, mas acho que quando seguimos um blogger porque gostamos do seu espaço e do que lá partilha, com certeza essa pessoa vai inspirar-nos de que forma for. Pelo menos eu encaro isso assim. Não posso dizer que só a pessoa X me inspira porque não é verdade. Todas as pessoas (e também no sentido de bloggers) acabam por me inspirar de alguma forma. Até mesmo as pessoas que temos na nossa vida no dia-a-dia acabam por nos inspirar a escrever este texto ou aquela frase mais sentida.

Como é que é o teu dia a dia enquanto blogger? Qual a melhor e pior parte de ter um blog?
O meu dia-a-dia como blogger é um descalabro. Lá entre o emprego e a correria diária consigo sentar-me 5minutos e dedicar-me ao blog nem que seja só para partilhar algo, visitar outros blog’s e responder aos comentários.
O melhor, para mim, é mesmo o facto de ter um espaço onde escrever o que me der na real gana. Poderia usar um caderno para fazer isso mas vocês entendem…é diferente. Sempre temos aqueles comentários de força, de carinho ou aqueles que nos mandam tirar a cabeça da areia e fazer algo pela vida. Gosto também de partilhar o que me faz bem, o que me faz feliz, partilhar a minha felicidade. O pior é mesmo aquela coisa de ver quem tem mais seguidores. Não julgo quem faz isso, mas por exemplo, recebo às vezes comentários onde me pedem para eu seguir esse blog, assim de chofre, sem mais nem menos. Bom, se eu não gostar, não o vou seguir só porque sim. Por norma sigo os que gosto e acho interessantes. 

Em que medida o blog mudou a tua vida?
Uma pergunta difícil…acho que de certa forma o blog ajudou-me a “deitar cá para fora” coisas que no meu dia-a-dia algo apenas para mim, e quando o saco enche tem tendência a rebentar a qualquer momento. Uma vez disseram-me que é mais fácil falar com um desconhecido e até certo ponto, concordo. 
Sendo assim, sem dúvida, o blog ajudou-me na medida de desabafo que nem sempre consigo fazer com alguém que esteja ao meu lado.

Qual é a primeira coisa que fazes quando acordas?
Olhar para as horas e com sorte, agradecer por ainda ter mais 5minutos de ronha. Acordo sempre antes do despertador, mas não apetece levantar. (risos) A sério, vou tomar o pequeno-almoço e no tempinho que sobra dou uma vista de olhos às redes sociais.

Uma história “curiosa sobre ti”
Tenho muitas histórias curiosas, não sei é se são interessantes para quem nos lê (risos). Bom, em miúda era uma peste. Criada no campo o que se espera? Era uma maria-rapaz, andava sempre atrás do meu pai onde quer que ele fosse até para onde não devia! Um dia, peguei na minha espingarda de brinquedo e fui atrás dele quando saiu para caçar. Quando olhou para trás lá ia eu muito concentrada em não fazer barulho. Levei com uma reprimenda e fui recambiada para casa super triste.
Já para não falar das partidas que eu pregava. Gostava especialmente de mandar a boina do meu avô para cima das árvores ou esconder-lhe a bicicleta e fingia que não sabia de nada. 

Como é que geres o teu tempo?
É uma tarefa tão difícil. Dava imenso jeito ter uns quantos clones. Por norma tenho de escrever o que tenho para fazer e tentar ir por ordem de prioridade ou mesmo pelo que é mais rápido. É muito difícil, tenho sempre um monte de coisas para fazer e quando não tenho, invento. Sem dúvida que ter tudo escrito para não me esquecer de nada (e mesmo assim acabo sempre por deixar algo passar) é um truque que não posso dispensar. E claro, tento sempre ter um tempinho só para mim, ver um episódio, ler um pouco…


Até onde esperas que o blog te leve?
Nunca tive grandes sonhos sobre o blog nem quero chegar a lado nenhum com ele. Encaro como uma coisa que gosto, um espaço meu mas não almejo grande coisa, basicamente é mesmo o meu cantinho, o meu pequeno mundo. Se eu puder ajudar alguém com algo que lá tenho? Ótimo, seria bom! 

·Que mensagem gostarias de deixar a quem nos lê?
Sejam felizes. 
Não se prendam a coisas fúteis, não se preocupem que aquele blogger tem um blog de sonho e o vosso tem 10 seguidores e um comentário de tempos a tempos. Escrevam o que quiserem e não para agradar, partilhem o que gostam (ou então não)… No final, o que importa não é o que damos nem o que fazemos, mas o que somos. Por isso, porque não ser feliz, de preferência dia sim dia sim?


Muito obrigada Rita por amavelmente teres aceite o meu convite e por teres sido sempre tão prestável. Visitem-na em The Choice!

You Might Also Like

25 comentários

  1. Gostei muito da entrevista! E identifiquei-me com algumas coisas das respostas da Rita :)

    r: Tem uma letra fantástica <3

    ResponderEliminar
  2. Não conhecia esse blogue, mas gostei muito de ler a entrevista. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  3. Gostei da entrevista. Uma ótima semana!
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  4. obrigada pelo comentário <3
    mas que excelente entrevista! adorei :D

    www.pinkie-love-forever.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Gostei imenso da entrevista! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  6. Gostei :) vou passar pelo blog e dar uma vista de olhos!

    ResponderEliminar
  7. Gostei bastante da entrevista e vou visitar o blog.

    www.paginasempreto.blogspot.com.br

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Gostei muito de te conhecer um pouquinho melhor!
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Gostei imenso, deu para te conhecer mais um pouco. :)
    Um beijinho,
    http://myheartaintabrain.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Achei muito engraçada esta vossa iniciativa, apesar de já conhecer a blogger em questão :P

    ResponderEliminar
  11. Gostei!!
    Parabéns à entreviatada e à entrevistadora :)

    ResponderEliminar
  12. Gostei!!
    Parabéns à entreviatada e à entrevistadora :)

    ResponderEliminar
  13. Gostei imenso da entrevista, e já conheci-a o blog da Rita, identifico-me com ela em alguns pontos :)

    ResponderEliminar
  14. Gostei bastante da entrevista :)
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Uma entrevista muito interessante, Gostei.
    Engraçado que também comecei hoje um projecto de pequenas entrevistas no meu blogue.

    ResponderEliminar
  16. Não conhecia o blog da Rita, mas vou já passar por lá! Antes de ter o Messy Hair, Don't Care também tive imensos blogs mais pequeninos, por isso identifico-me eheh

    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
  17. Conheço o blog da Rita, sigo e recomendo ehehhe

    ResponderEliminar
  18. Obrigado :D

    Sou muito fã deste género de posts com entrevistas :D
    Gostei muito de a conhecer melhor eheh :D

    NEW OUTFIT POST | EVERYTHING STARTS NOW :D
    InstagramFacebook Official PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
  19. Já conheço bem a Rita e adoro o blogue dela ;)

    ResponderEliminar
  20. Olha a querida Ellie! :)
    Já conheço e gosto.

    Beijinho d'

    A Marta
    https://amartaeumblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  21. "O blog ajudou-me a deitar cá para fora" é tão isto! Acho que toda a gente devia de ler a tua dica final.

    Boa semana :)

    ResponderEliminar

A tua opinião é me importante ♡
Assim que conseguir retribuo ♡

Partners

Leya

Leya

Glood

BLOGGER'S LETTERS PROJECT

BLOGGER'S LETTERS PROJECT